Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - Fernando Martins e Dalilla Leon apresentam “A Máquina da Amnésia”, no ‘Condô’

Fernando Martins e Dalilla Leon apresentam “A Máquina da Amnésia”, no ‘Condô’



Foto Silvia Machado
Na terça, dia 19 de fevereiro, o bailarino e diretor da Plataforma Shop Sui, Fernando Martins, faz ensaio aberto de “A Máquina da Amnésia”, com Dalilla Leon, no Condomínio Cultural (Condô, como é chamado), um antigo prédio localizado na Vila Anglo Brasileira, espaço que recebe artistas com foco em criação e experimentação. A dramaturgia poética e cênica de “A Máquina da Amnésia” se inspira nos instantes de distanciamento de nosso estado consciente ao executarmos uma ação rotineira. Os artistas compartilham momentos de esquecimento, suspensão e interrupção vindos à tona durante o processo de criação, a partir do mergulho da pesquisa de linguagem em dança Brain Diving.  “A máquina que chega é pesada, estacionada na sala vazia de nossas mentes. A consciência é líquida e escorre depressa; é o cabo que liga e desliga, ou você entra ou fica de fora. Entrar na máquina faz parte de entender seu sistem…

WEB TV VISUAL ARTV - Instituto Moreira Salles e MAC USP apresentam retrospectiva do fotógrafo Hans Gunter Flieg

Instituto Moreira Salles e MAC USP apresentam retrospectiva do fotógrafo Hans Gunter Flieg

Imagens para divulgação - http://1drv.ms/1nOPDJ8

O Instituto Moreira Salles (IMS) e o Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC USP) apresentam, a partir de 20 de setembro, a mostra retrospectiva Flieg fotógrafo. Indústria, design, publicidade, arquitetura e arte na obra de Hans Gunter Flieg. Fotografias do acervo do Instituto Moreira Salles, com cerca de 220 imagens do fotógrafo. A exposição acontecerá no MAC USP Ibirapuera e terá, às 11h30, uma visita guiada com o curador da mostra e o artista.

Ao longo de quatro décadas, Flieg registrou o desenvolvimento industrial brasileiro, além de ter documentado o design, a arquitetura e a publicidade no país entre os anos de 1940 e 1980. Fotografou instalações industriais, edificações e objetos que registram esse período, como as imagens de empresas como Willys-Overland, Mercedes-Benz e Marcas Famosas S/A, pioneiras da indústria automobilística no Brasil. Registrou também estandes de grandes indústrias em feiras nacionais, como o da fábrica de calçados Clark na exposição comemorativa do ivCentenário de São Paulo, em 1954, e o da Mercedes-Benz na Exposição Internacional de Indústria e Comércio, no Rio de Janeiro, em 1960.

Flieg fotografou para grandes agências de publicidade do período, como Standard e Thompson, participando também do 1º Salão Nacional de Propaganda, realizado no Museu de Arte de São Paulo em 1950. No ano seguinte, atuou como fotógrafo oficial da 1a Bienal Internacional de Arte de São Paulo, organizada pelo MAM-SP. Essas fotografias compõem um importante registro das artes plásticas em São Paulo, como é o caso da escultura Unidade tripartida, do artista suíço Max Bill (1908-1994), hoje integrante do acervo do MAC USP. Além da primeira edição da Bienal, Flieg documentou o circuito das artes do período, incluindo a construção da sede do Masp na Avenida Paulista na década de 1960.

A exposição Flieg fotógrafo. Indústria, design, publicidade, arquitetura e arte na obra de Hans Gunter Flieg. Fotografias do acervo do Instituto Moreira Salles contribui para uma leitura histórica das Bienais e das artes em São Paulo. Realizada no mesmo período que a 31a Bienal Internacional de Arte, a exposição é uma grande oportunidade para que os visitantes da Bienal visitem o novo prédio do MAC e tenham um panorama histórico do desenvolvimento artístico e industrial de São Paulo.

Para Sergio Burgi, curador da mostra e coordenador de fotografia do IMS, “a partir da década de 1940, o trabalho de Flieg foi profundamente influenciado pela modernidade europeia, aliando o domínio na elaboração formal da imagem fotográfica ao absoluto controle da iluminação, da exposição e do processamento da película. Essas imagens extremamente elaboradas, produzidas em sua maioria como trabalhos comissionados, principalmente as fotografias de indústrias e de produtos, direcionam seu trabalho para um novo universo imagético, voltado para o ‘êxtase das coisas’. Nele, a fotografia passa a ser a ferramenta por excelência para o registro e a visualização dos objetos da sociedade industrial.”

Imagens para divulgação - http://1drv.ms/1nOPDJ8

Exposição
Flieg fotógrafo. Indústria, design, publicidade, arquitetura e artes na obra de Hans Gunter Flieg. Fotografias do acervo do Instituto Moreira Salles
Curadoria
Sergio Burgi
Abertura
20 de setembro a partir das 11 horas     
Encerramento
22 de fevereiro de 2015
Funcionamento
Terça das 10 às 21, quarta a domingo das 10 às 18 horas
Local
MAC USP Nova Sede – Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301
Telefone
11 2648.0254               
Entrada gratuita


MAC USP – Imprensa e Divulgação
Sérgio Miranda – (11) 2648.0299 – smiranda@usp.br

Comentários