Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - PINA - DOMINIQUE GIGLIOT LE JUMELAGE (A geminação), 2018

WEB TV VISUAL ARTV - NATHALIA CATHARINA ESTREIA NO SESC POMPÉIA, SUA VERSÃO PARA " ANATOMIA DA MELANCOLIA "

Nathalia Catharina estreia, no Sesc Pompeia,
sua versão para “Anatomia da Melancolia”

Com base em tratado do século XVII, trabalho coreográfico reflete diferentes realidades históricas, sociais e culturais sob o ponto de vista da melancolia e da ruína como alegorias do nosso mundo atual

Imagem inline 2
                                                                                                         Foto Daniel Athayde
Entre 23 de outubro e 2 de novembro, a bailarina e coreógrafa Nathalia Catharina ocupa o Espaço Cênico do Sesc Pompeia  para a temporada de estreia de seu solo “Anatomia da Melancolia – experiência I”, um mergulho na obra homônima do teólogo inglês Robert Burton, escrita em 1621, para abordar a melancolia como corporeidade capaz de revelar dados significativos de nossa realidade presente.

Fruto da profícua parceria com o dramaturgo Ivan Delmanto, a pesquisa considera a melancolia como uma espécie de patologia social contemporânea ligada à perda da experiência e memória coletivas e, a partir daí, reveladora da emergência de uma nova realidade histórica, econômica e social.

O trabalho leva em conta o corpo como medida de todas as coisas e a melancolia como sintoma inevitável de um esvaziamento psíquico e criativo. “Expressar esse vazio é preenchê-lo de percepções que rememoram e ressignificam o passado e, desse modo, resistir à órbita vazia que caracteriza o mundo contemporâneo. Talvez seja na vastidão do vazio melancólico que poderemos encontrar um novo sentido para nosso corpo histórico esquecido”, presume Nathalia Catharina.

Na construção desse corpo político-melancólico, o solo identifica traços de uma ordem social global mais ampla à qual o estado melancólico não se configura apenas como ação contemplativa e nostálgica, mas, sobretudo, como negação e resistência a um mundo produtor de ruínas concretas e subjetivas.

Além do material forjado pela obra de Burton, cujo estudo aprofundado foi capaz de fornecer imagens, metáforas, narrativas e conceitos essenciais à compreensão do corpo melancólico enquanto microcosmo político-social, a pesquisa contou também com colaborações artísticas e a interlocução com profissionais que atuam no universo da psicanálise, da sociologia e da filosofia. Dois deles, inclusive, integram a temporada com duas sessões gratuitas de bate-papo abertas ao público: dia 28/10, quarta-feira, às 20h, “Melancolia e a criação artística”, com a psicanalista Luciana Chaui-Berlinck; e dia 31/10, sábado, às 18h30, “Melancolia e a subjetividade contemporânea”, com o também psicanalista Christian Dunker.

Por meio de suas imagens e poéticas coreográficas e dramatúrgicas, “Anatomia da Melancolia – Experiência I” pode ser vista como esboço de um corpo de resistência no qual a perfeição do vazio – a melancolia – é a metáfora de uma devastação generalizada que poderíamos povoar.

“Anatomia da Melancolia” foi contemplado pelo 18º Edital do Proac, para montagem de espetáculo inédito.

Um pouco de Nathalia Catharina
Bacharel em dança e performance pela faculdade de Comunicação das Artes do Corpo/ PUC e mestranda na área de texto e cena no depto. de Artes Cênicas – ECA/USP, atua como bailarina, dramaturga, educadora, diretora e atriz. É dramaturga do Projeto Espetáculo - Fábricas de Cultura/Poiesis e integra a II Trupe de Choque, contemplada pela Lei de Fomento ao Teatro. Junto ao Cerco Choreográfico realizou o projeto de ocupação da sala Renée Gummiel/Funarte-SP. Em 2013 foi artista solista selecionada para a residência artística Narration/No Narration no Tanzlabor (Künstlerhaus Mousonturm; Frankfurt am Main, Alemanha), sob orientação do performer Ivo Dimchev e,  junto ao Núcleo de Encenação, coordenou o projeto interdisciplinar de mediação em arte Olhares Invisíveis, no CCSP. Em 2012, contemplada pelo ProAC, realizou seu solo Frágil, e em 2009, criou seu primeiro site-specific Nathpark (PAC). Integrou as Cias Perversos Polimorfos e Silenciosas. Desde 2009, é colaboradora artística da PlayGround Compagnie (Paris - Limoge; França), com a qual ministrou workshop no Institut d'Études Théâtrales Paris 3 - Université Sorbonne Nouvelle (Paris, 2010).

SINOPSE
Fruto da parceria entre a bailarina Nathalia Catharina e o dramaturgo Ivan Delmanto, “Anatomia da Melancolia - Experiência I” parte da hipótese de que a melancolia pode ser considerada uma espécie de patologia social ligada à perda da experiência e memória coletivas, reveladora da emergência de uma nova realidade histórica. Para a criação deste corpo melancólico, a pesquisa debruçou-se, sobretudo, na obra homônima Anatomia da Melancolia (1621), de Robert Burton, abordando a melancolia como corporeidade capaz de revelar dados importantes de nossa realidade contemporânea.

FICHA TÉCNICA
Direção e performance: Nathalia Catharina
Concepção e pesquisa: Ivan Delmanto e Nathalia Catharina
Dramaturgia e orientação: Ivan Delmanto
Colaboração artística (etapa 1): Carolina Mendonça, Gabriela Tarcha
e Maria Clara Ferrer.
Colaboração artística (etapa 2): Carolina Bianchi
Palestrantes Convidados: Christian Dunker e Luciana Chaui Berlinck
Cenografia: Anna Turra e Tatiana Tatit
Trilha sonora original: Dan Nakagawa
Iluminação: Fabricio Licursi
Figurino: Leandro Benites
Piano (áudio): Marcia Regina Monteiro Alves
Sonografia: Murilo Chevalier
Fotos: Daniel Athayde
Vídeo: Lucas Barreto

SERVIÇO
Espetáculo “Anatomia da Melancolia - Experiência I”.
Concepção e interpretação: Nathalia Catharina.
De 23 de outubro (estreia) a 2 de novembro de 2015. Quinta, sextas e sábados, 21h;  domingos, 19h.  Dia 2 de novembro, segunda (excepcionalmente), 19h, no Espaço Cênico.
Classificação indicativa: 14 anos.
Duração: 60 min. Lotação: 40 lugares.

Ingressos: R$ 6,00 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 10,00 (pessoas com +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e  R$20,00 (inteira).
Venda online a partir de 13 de outubro, terça-feira, às 17h30.
Venda presencial nas unidades do Sesc SP a partir de 14 de outubro, quarta-feira, às 17h30.

Bate papo – ”Melancolia e a criação artística”, com a psicanalista Luciana Chaui-Berlinck
Dia 28 de outubro, quarta-feira, 20h,
Espaço Cênico

Grátis – Retirar ingressos com 1h de antecedência, na bilheteria da unidade.

Bate papo – ”Melancolia e a subjetividade contemporânea”, com o psicanalista Christian DunkerDia 31 de outubro, sábado, 18h30
Espaço Cênico
Grátis
 – Retirar ingressos com 1h de antecedência, na bilheteria da unidade.

SESC Pompeia – Rua Clélia, 93.
sescsp.org.br/pompeia

Informações à Imprensa
Elaine Calux – assessoria de imprensa
11 33689940 | 964655686

Credenciamento Sesc PompeiaRoberta Della Noce: (11) 3871-7740
Igor Cruz: (11) 3871-7776
Fernanda Porta Nova: (11) 3871-7720
imprensa@pompeia.sescsp.org.br
  

Comentários