Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV Claudia Jaguaribe : "ENCONTRO COM LIUBA" na Galeria Marcelo Guarnieri

Crédito: Mauro Sérgio de Almeida IC

“ENCONTRO COM LIUBA”

Claudia Jaguaribe, lançamento do livro
Livro de artista produzido por Claudia Jaguaribe, com fotos e serigrafias cria uma narrativa visual e um diálogo a partir das obras da artista plástica búlgara LIUBA. O projeto integra o segundo volume da trilogia sobre o trabalho de mulheres modernistas radicadas no Brasil após a Segunda 
Guerra.

Crédito: Mauro Sérgio de Almeida IC No próximo dia 23 de maioquinta-feira, às 19h, na Galeria Marcelo Guarnieri, em SP, a artista visual Claudia Jaguaribe lança “Encontro com LIUBA”, livro de fotos e serigrafias que cria uma narrativa visual e um diálogo a partir das obras de LIUBA, artista plástica búlgara radicada brasileira. O projeto, produzido especialmente para a trilogia de Jaguaribe sobre mulheres modernistas nas artes no contexto histórico do pós-guerra, é uma extensão autoral da instalação formada por fotografias feitas por Claudia Jaguaribe nos ateliês de LIUBA em Paris e em São Paulo. Nasci…

VISUAL ARTV - LUQUE BARROS MOSTRA CD AUTORAL NO TEATRO DÉCIO DE ALMEIDA PRADO

Luque Barros mostra CD autoral
no Teatro Décio de Almeida Prado


Luque Barros -foto de Alan Siqueira -b.jpg
Gaucho radicado em São Paulo, Luque Barros apresenta Muito Pouco Menos Mais (selo Sete Sóis), seu primeiro CD solo, no dia 8 de maio, domingo, no Teatro Décio de Almeida Prado, às 19 horas. O show (grátis) integra a temporada de lançamento do disco.

O show tem participação especial dos guitarristas Daniel Brita(produtor musical do CD ao lado de Luque) e da cantora Ela Solo AmorePara acompanhá-lo, Luque Barros (voz e contrabaixo) reuniu uma banda de amigos - Amilcar Rodrigues (trompete), Allan Abbadia (trombone), Caio Lopes (bateria), Estevan Sinkovitz(guitarra), Ricardo Prado (teclados), Jorge Cirilo (sax tenor) e Simone Julian (flauta) - com quem vem trabalhando ao longo de mais de 15 anos em São Paulo, inclusive tocando com artistas como Vanessa Da Mata, Banda Glória, Tulipa Ruiz, Marcelo Jeneci e Elza Soares.

Além de canções autorais registradas no disco, como “Jogo de Vaidade”, “História Sem Fim”, “Ando Bem Ligado”, “Muito Pouco Menos Mais” e “Nada Passa”, o artista interpreta outros compositores, que considera referências para seu trabalho. Entre eles estão o gaúcho Vitor Ramil e o “rei” Roberto Carlos. A apresentação integra a programação do Circuito Municipal de Cultura.

Produzido por Daniel Brita – que também assumiu a mixagem e masterização – junto com o próprio Luque, o disco tem participação dos músicos Etevan Sinkovitz, Gustavo Ruiz, Marcelo Jeneci, Caio Lopes, Alan Abbadia, Allen Alencar, Simone Julian, Giovanni Barbieri, Jorge Cirilo, Amilca Rodrigues, Ricardo Herz, Daniel Brita e Fernando Catatau.

Gaúcho de Ijuí, o Luque Barros começou a carreira profissional, em 1991. Mudou-se para São Paulo, em 1997, aos 22 anos, e se ingressapu na Banda Glória, de Fred Mazzuchelli, onde ainda permanece. Fez parte da banda de Vanessa da Mata e toca com artistas como Elza Soares, Renato Teixeira, Banda Glória, Tulipa Ruiz, Marcelo Jeneci, Otto, Nô Stopa, Iara Rennó, DonaZica, Zé Guilherme, Gero Camilo e Andréia Dias, entre outros. Trabalhou como revisor no songbook de Vitor Ramil (2013), e participou do recente disco da banda brasileira de death metal Krisiun. Lançou, em 2013, CD-tributo à banda inglesa Iron Maiden (Can We Play With Maiden) com o trio Trezazez, ao lado de Caio Andrade e Estevan Sinkovitz, e agora lança seu primeiro disco solo de cantor, músico e compositor (Muito Pouco Menos Mais).

Muito Pouco Menos Mais – por Luiz Chagas

Um cantor romântico a esta altura do campeonato? É algo a se pensar. Luque Barros, em seu primeiro disco individual, investe no gênero com propriedade. O Brasil tem uma tradição de cantores nessa área que a partir da jovem guarda criou majestades e o artista gaúcho representa essa ponte, que une a natureza passional do intérprete com a capacidade de um grande músico contemporâneo. Para tanto se dedicou a maior parte do disco a apenas cantar suas composições à frente de uma banda reunida em torno de Gustavo Ruiz (baixo), Caio Lopes (bateria), ambos da banda de Tulipa Ruiz, e Estevan Sinkovitz (guitarra), figura conhecida pela diversidade de trabalhos e como acompanhante de Marcelo Jeneci.

Para que não houvesse dúvidas quanto à natureza do trabalho, Luque chamou Evandro Camperom para a pré-produção, e Daniel Brita, a guitarra mais rápida do oeste, para gravar, mixar e masterizar o trabalho no Estúdio Lamparina em São Paulo. E aqui estamos nós. A decisão de entregar o contrabaixo a Gustavo Ruiz, um guitarrista, o deixou mais livre pra realizar o antigo sonho – tocou apenas em “Desacelerar” e em “Ando Bem Ligado”, enquanto Estevan e Gustavo inverteram as posições em “Você e Eu”.

A trinca Gustavo, Caio e Estevan, reunida por Luque, recebeu ainda as colaborações de Jeneci e Giovanni Barbieri, nos teclados, e de Allen Alencar e Caio Andrade nas guitarras, além de Amílcar Rodrigues, Allan Abadia, Jorge Cirilo e Simone Julian que tocaram os arranjos de sopros criados pelo cantor. Ricardo Herz e Fernando Catatau aparecem também (em “Você e Eu” e “Falta de Educação”), completando um elo afetivo na escalação do disco. O resultado é um trabalho que soa agressivo apesar de romântico e moderno apesar do clima dor de cotovelo.

Luque canta, mais uma vez com propriedade, versos como “Nosso amor foi um grande jogo de vaidade, Que durou só a eternidade, Que pensava despertar a cidade, E depois?” (“Jogo de Vaidade”) ou “Meu coração é imenso mesmo ferido e indisciplinado” (“História Sem Fim”). “Nada Passa” é linda, “Entendo”, um funk, “Muito Pouco Menos Mais”, um vira, “De Fato” tem uma coda instrumental à Beatles. Dá para se entender porque Luque canta em “Ando Bem Ligado”, “Eu olho vejo tudo presto muita atenção... Ando eletrocutado, 220 volts !!”
IMAGENS
CD Luque Barros - Muito Pouco Menos Mais



Luque Barros -foto de FernandoCaldas 
VÍDEOS - ACESSE OS  LINKS


01. Jogo De Vaidade (Luque Barros) - 2015

02. Muito Pouco Menos Mais (Luque Barros) - 2015




Serviço

Show: Luque Barros
Lançamento/CD: Muito Pouco Menos Mais
Dia 8 de maio. Domingo, às 19 horas
Teatro Décio de Almeida Prado
R. Cojuba, 45 - Itaim Bib/SP. Tel: (11) 3079-3438
Grátis (ingressos 1h antes). Duração: 60 min. Classificação: Livre
Ar condicionado. Acessibilidade. Capacidade: 186 lugares.

Assessoria de Imprensa: Verbena Comunicação
Eliane Verbena / Deborah Zanette
Tel: (11) 2738-3209 / 99373-0181

Comentários