Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - “Ninfas do Tietê” e “Amores que abrem a Terça Aberta no Kasulo

“Ninfas do Tietê” e “Amores que |  |” abrem a Terça Aberta no Kasulo                                                                                                               “Amores que |  |” – Foto Florido A primeira Terça Aberta no Kasulo do ano traz dois trabalhos inusitados: “Ninfas do Tietê”, uma videoperformance, com direção de Sol Faganello e Tati Caltabiano, criada a partir das poesias (ou cantos) de Natália Nolli Sasso, que integram o livro homônimo lançado em 2018 pela Editora Moinhos (BH); e “Amores que |   |”, trabalho ainda em processo de investigação, dirigido pelo artista multimídia Florido com outros seis performers convidados. Nem musas nem divas, as Ninfas do Tietê são figuras que vivem às margens do rio que atravessa São Paulo. Exibida pela primeira vez na Mostra Solo // Mulheres, (Teatro Conteiner), no lançamento do livro de Natália Nolli Sasso, a vídeoperformance traz, além da autora do livro e as duas diretoras, mais quatro intérpretes-criadores -  Ana Zeppa, Cí…

VISUAL ARTV -ARTISTA PLÁSTICO PAULISTANO EDUARDO SRUR FAZ INTERVENÇÃO CAÇAMBA NA CEAGESP

Intervenção "Caçamba"
 
O trabalho do artista plástico paulistano Eduardo Srur é fazer as pessoas enxergarem um cenário quase invisível: a própria cidade. Uma vez, chamou a atenção para a poluição do rio Pinheiros colocando sobre o leito caiaques com manequins. Em outra, atraiu olhares para monumentos ao vesti-los com coletes salva-vidas.

Desafiado pela Folha a explorar o desperdício de comida, sua opção foi fazer uma intervenção na Ceagesp, maior central de distribuição de alimentos da América Latina. "Meu trabalho questiona a relação entre o homem e a natureza. Vi o descuido que a gente tem com o alimento no Brasil", diz.

Para tirar o público da "anestesia cotidiana", Srur extrai objetos cotidianos do contexto original: no caso, aqui, criou uma caçamba parecida com a convencional, mas vazada, para mostrar que o lixo "não desaparece num passe de mágica".

"É um choque visual, porque a função da caçamba é remover entulho. Tiro essa função e a reconstruo em linhas no espaço. A função é transformada em reflexão".
Texto: Folha de São Paulo. Disponível em: http://folha.com/no1777720
 
CLIQUE AQUI E ASSISTA AO VÍDEO
Copyright © 2016 Eduardo Srur, Todos os direitos reservados.

Comentários