Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - “Ninfas do Tietê” e “Amores que abrem a Terça Aberta no Kasulo

“Ninfas do Tietê” e “Amores que |  |” abrem a Terça Aberta no Kasulo                                                                                                               “Amores que |  |” – Foto Florido A primeira Terça Aberta no Kasulo do ano traz dois trabalhos inusitados: “Ninfas do Tietê”, uma videoperformance, com direção de Sol Faganello e Tati Caltabiano, criada a partir das poesias (ou cantos) de Natália Nolli Sasso, que integram o livro homônimo lançado em 2018 pela Editora Moinhos (BH); e “Amores que |   |”, trabalho ainda em processo de investigação, dirigido pelo artista multimídia Florido com outros seis performers convidados. Nem musas nem divas, as Ninfas do Tietê são figuras que vivem às margens do rio que atravessa São Paulo. Exibida pela primeira vez na Mostra Solo // Mulheres, (Teatro Conteiner), no lançamento do livro de Natália Nolli Sasso, a vídeoperformance traz, além da autora do livro e as duas diretoras, mais quatro intérpretes-criadores -  Ana Zeppa, Cí…

VISUAL ARTV - Concerto para Pixinguinha tem lançamento no Teatro J. Safra, em 13/08. O disco chega festejado pela crítica e público!

Vânia Bastos  e Marcos Paiva- por Vinícius Campo

Concerto para Pixinguinha tem lançamento no Teatro J. Safra, em 13/08. O disco chega festejado pela crítica e público!


Opiniões da imprensa:

“Com o toque refinado do Marcos Paiva Quarteto, Vânia Bastos dá voz com segurança a Gavião calçudo, Rosa e Fala baixinho. (…) A abordagem resulta classuda e jamais trai a obra de Pixinguinha.” – Mauro Ferreira (site G1/Música)


“Os arranjos de Marcos Paiva são de uma delicadeza que, de fato, se encaixam com perfeição com a interpretação aveludada – e versátil – de Vânia Bastos.” (Adriana Del Ré – O Estado de S. Paulo)

"O confronto, no bom sentido, voz e contrabaixo em Lamentos "letra de Vinícius de Moraes", já vale o álbum (...) Os músicos são imensamente talentosos, e Vânia Bastos nunca cantou tão bem. Irrepreensível." (José Teles - Blog Toque? Portal UOL)

O show vem sendo apresentado em várias cidades do Brasil, desde 2013, marcando os 40 anos da morte do compositor. Agora virou disco e desembarca no Teatro J. Safra, em 13/08, em lançamento exclusivo.


Só por ter composto ‘Carinhoso’, a música que recebeu a letra ‘meu coração, não sei por que, bate feliz quando te vê’, Pixinguinha (1897-1973) já estaria numa lista dos maiores da música brasileira. Mas, esse carioca que só viveu 75 anos, fez muito mais. É autor de valsas, sambas e choros, entre eles, sucessos como Rosa e Lamentos, que fazem parte da história da MPB. Boa parte desse material está no show Concerto para Pixinguinha, de Vânia Bastos e Marcos Paiva. Da banda participam os músicos Nelton Essi (vibrafone), César Roversi (sopros) e Jônatas Sansão (bateria).


No repertório do álbum, músicas de Pixinguinha como Isso é que é viver e Fala baixinho (ambas parcerias com Hermínio Belo de Carvalho), e Mundo melhor (Pixinguinha e Vinícius de Moraes), interpretadas por Vânia Bastos. Além de Seu lourenço no vinho (em parceria com Benedito Lacerda) e Cochichando (dele com João de Barro e Alberto Ribeiro), que são apresentadas por Marcos Paiva & Trio.

O show de lançamento no Teatro J. Safra promete muitas surpresas!! É novo ciclo que se inicia, com o registro em CD, do concerto que se consagrou em vários palcos do Brasil.


Vânia Bastos

Vânia Bastos, considerada uma das maiores cantoras do Brasil, do time das grandes intérpretes, tem recebido elogios da imprensa e do público, pela impecável afinação e pelo rigor na escolha do repertório, ao longo da carreira. Tornou-se conhecida inicialmente por seu trabalho na banda Sabor de Veneno, de Arrigo Barnabé, com quem gravou discos importantes como Tubarões Voadores (1984). Em seus 30 anos de carreira, lançou mais de uma dezena de discos, alguns dedicados às obras de Tom Jobim, Caetano Veloso e à turma do Clube da Esquina. Três foram lançados no Japão e quatro na Europa. Belas e Feras, seu oitavo disco, voltado às compositoras brasileiras, rendeu-lhe uma temporada de shows, de muito sucesso em todo o país. Seu último trabalho, ‘Na Boca do Lobo’, mostra a obra singular de Edu Lobo.

Marcos Paiva


O baixista, compositor e arranjador Marcos Paiva é paulista e vive em S. Paulo, mas já morou e tocou em Minas Gerais e Rio de Janeiro. Tem um trabalho próprio de música instrumental, com vários discos, entre eles ‘Meu Samba no Prato - Tributo a Edison Machado’ (2012), uma homenagem ao carioca Edison Machado (1934 – 1990), que rendeu críticas positivas na Folha de S. Paulo, O Globo e Rolling Stone, por destacar essa ‘lenda’ da bateria brasileira. Atua ao lado de artistas como Bibi Ferreira e Zizi Possi, além do cubano Fernando Ferrer e da portuguesa Teresa Salgueiro, com quem viajou pela América e Europa.


Em anexo fotos da capa do CD e dos artistas!
IMAGEM

Vânia Bastos  e Marcos Paiva- por Vinícius Campos

Vânia Bastos - por Vinícius Campos


Serviço:

Teatro J. Safra apresenta: Concerto para Pixinguinha - Vânia Bastos & Marcos Paiva
Data: 13/08/16 – Sábado – 21h30
Preços de: R$ 30,00 a R$ 100,00
Endereço: R. Josef Kryss, 318, Barra Funda (www.teatrojsafra.com.br
Informações: (11) 3611 3042
Duração: 75 min 
Classificação: Livre

Comentários