Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - Com “Urbaninhas”, XII Visões Urbanas se despede da cidade

Com “Urbaninhas”, XII Visões Urbanas se despede da cidade
 “Sr. Calvino”, da Cia Artesãos do Corpo, que encerra o VU, em São Paulo, na Casa das Rosas.Foto Fábio Pazzini
Nesta sexta, dia 19 de abril, o XII festival internacional Visões Urbanas, que desde o início do mês vem espalhando dança em espaços abertos pela cidade, se despede de São Paulo com o “Urbaninhas”, uma programação voltada especialmente para o público infantil. Em um cenário não menos especial - os belos jardins da Casa das Rosas -, a partir das 11h, se apresentam o Grupo Caixa de Imagens, com a delicada boneca Gilda, em “Travessia”, seguido da criação de Lara Dau Vieira, “O Corpo no Desenho”, e por último, “Sr. Calvino”, da Cia Artesãos do Corpo, que concebe e produz o Festival anualmente. Na delicadeza de melodias executadas ao vivo por Carlos Gaúcho, a pequena boneca Gilda, de aproximadamente 10 cm, tem como cenário o vestido de quem a manipula - a atriz  Mônica Simões -, e quer dar uma flor para quem interagem com ela.…

VISUAL ARTV - TEATRO BRIGADEIRO - A.M.A.D.A.S - Associação de Mulheres que Acordam Despencadas



A.M.A.D.A.S
Associação de Mulheres 
A.MA.D.A.S
que Acordam Despencadas

Após 10 anos sem fazer peça na cidade de São Paulo, a atriz Elisabeth Savala retorna aos palcos da capital paulista para uma curta temporada do espetáculo A.M.A.D.A.S – Associação de Mulheres que Acordam Despencadas, de Regiana Antonini. A comédia estreia no dia 10 de setembro no Teatro Brigadeiro.

Através de um humor histriônico e contagiante, o espetáculo coloca em discussão algumas das questões mais importantes sobre a condição da mulher modernao texto enfoca a via crucis de uma mulher que chega à meia-idade pressionada pelas demandas de uma sociedade cada vez mais fútil e superficial.

A protagonista expõe em uma reunião da A.M.A.D.A.S, suas inseguranças e angústias geradas pela impossibilidade de conservar o visual e o comportamento típicos da juventude a essa altura da vida.

Com efeito, a camada social onde a protagonista se movimenta vive de aparências e está sempre pronta a condenar quem não cultiva essa imagem à custa de academias, salões de estética, cirurgias, botox, silicone, etc.

Embora refratária a essa ideologia, Regina Antonia introjeta completamente os valores da sociedade em que vive, e se pune e se recrimina por não atender essas exigências, chegando a se rebelar contra o marido que a aceita como ela é.

Assim o espetáculo coloca o dedo na ferida de mulheres a caminho da maturidade, usando uma linguagem atual e inteligente e, principalmente, bem humorada através da sátira hilariante aos mitos e obsessões de nossa época.

FICHA TÉCNICA:

Texto: Regiana Antonini
Direção: Luiz Arthur Nunes
Elenco: Elizabeth Savala
Produção: Camilo Áttila
Assessoria de imprensa: Fabio Camara
Realização: ESCA Produções Artísticas

SERVIÇO:

LOCAL: Teatro Brigadeiro, Av. Brigadeiro Luís Antônio, 884 – Bela Vista 700 lugares, acesso a deficiente. Próximo ao metro São Joaquim.
DATA: 10/09 até 13/11 (Sábado às 21h e Domingo às 19h)
INFORMAÇÕES: 3115 2637  ou 3107 5774 www.teatrobrigadeiro.com.br
INGRESSOS: R$ 90,00 (Somente cartões de débito)
VENDAS PELA INTERNET: www.ingresso.com.br  ou 4003 2330
DURAÇÃO:  80 min
CLASSIFICAÇÃO: 12 anos

Comentários