Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - ‘Dança se Move Ocupa’ traz um mês de ações culturais na Funarte SP

‘Dança se Move Ocupa’ traz um mês de ações culturais na Funarte SP
Organizado por artistas da dança de São Paulo, evento dinamiza o complexo cultural da Funarte, com 26 apresentações de núcleos artísticos, seis debates sobre temas que envolvem a arte e a cultura na atualidade nacional, nove oficinas, JAM de Contato Improvisação, performances, lançamento de livros e sessão de cinema.
                                                                         Foto: Fellipe Oliveira (“situação 3# posição amorosa”)
Entre 11 de novembro e 16 de dezembro, a Funarte São Paulo acolhe o ‘Dança se Move Ocupa’, uma intensa programação artística proposta pelo Movimento A Dança se Move, organização independente da dança contemporânea paulistana, que reúne algumas dezenas de núcleos artísticos, que vêm produzindo pesquisa e obras sempre antenados com os acontecimentos no Brasil e no mundo. Mesmo sem nenhum tipo de apoio financeiro, durante as cinco semanas do evento, os artistas estarão mobilizados com apr…

VISUAL ARTV - Teatro do Incêndio realiza encontro com Os Favoritos da Catira e Samba de Umbigada


Batuque de Umbigada -Teatro do Incêndio -foto de Rafael Leitão -b



LogoVerbena-azul.jpg
Teatro do Incêndio realiza encontro com
Os Favoritos da Catira e Samba de Umbigada


Os Favoritos da Catira -Oliveira Fontes -divulgação -bb.jpg  Batuque de Umbigada -Dona Anicide -Teatro do Incêndio -foto de Rafael Leitão -bb.jpg

O Teatro do Incêndio realiza - nos dias 4 e 18 de abril (terças-feiras, às 19h) – os próximos encontros das Rodas de Conversa - A Gente Submersa que contempla, respectivamente, os temas Catira - Palmeado, Sapateado e Viola Samba de Umbigada. Os grupos convidados são: Os Favoritos da Catira (de Guarulhos) e o Batuque de Umbigada de Capivari com sua matriarca Dona Anicide Toledo.

Com entrada franca, os eventos reúnem, até o dia 10 de outubro, mestres da cultura popular e comunidades tradicionais do estado de São Paulo em bate-papos seguidos por vivências (breves apresentações das manifestações).

A catira, também chamada de cateretê, é uma dança folclórica, cujo ritmo é marcado pela batida dos pés e das mãos dos dançarinos, acompanhados pela dupla de violeiros que cantam as modas. Com influências indígenas, africanas e europeias, a catira é uma manifestação cultural típica do interior do Brasil, arraigada na cultura sertaneja de várias regiões, principalmente São Paulo.

Umbigada é uma dança afro-brasileira criada nos quilombos. Os escravos com suas roupas curtas e apertadas dançavam sempre com umbigo de fora, daí o nome. Atualmente, no estado de São Paulo é tida como um tributo de terreiro, praticada pelos remanescentes das senzalas. Organizados em duas fileiras, frente a frente, os dançadores de ambos os sexos evoluem até um ligeiro contato físico dos quadris ou ventre.

Os convidados

Liderados pela viola de Oliveira Fontes e seu filho Edson Fontes, Os Favoritos da Catira ressaltam a tradição da música e dança da catira. Formado no começo dos anos 80, agora na terceira geração de integrantes, o grupo persiste em manter a essência da música e do folclore de raiz na metrópole paulista. Distante de simulacros e imposições da indústria cultural midiática, porém próximas de um passado recente de contrastes entre o tradicional e o moderno, e sua então diversidade cultural como toda metrópole. Os Favoritos da Catira reafirmam a identidade da nossa origem caipira, numa luta constante contra os estereótipos e as influências de releituras não autênticas.

Dona Anicide Toledo é a voz do Batuque de Umbigada de Capivari (SP), grupo cultural de resistência negra. Considerada a mais importante compositora e intérprete do batuque paulista, a batuqueira lançou, em 2012, o CD Anicide Toledo - A Voz Feminina do Batuque de Umbigada, realizado pela Diretoria de Patrimônio Cultural, da Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal de Capivari. A produção musical é assinada por Flávio Carvalho contou com os percussionistas Ariel Diego Caxias da Silva, Silvio Celso Boaventura de Almeida, Valmir Benedito e Carlos Roberto Toledo, além de participação especial de Márcio Magnusson (guitarra), Vitor Priante (violino), Miguel Ângelo Annicchino (piano) e do próprio produtor (voz).

Rodas de Conversa - A Gente Submersa

O projeto A Gente Submersa foi contemplado pela 29ª edição da Lei de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, em comemoração aos 21 anos da Cia. Teatro do Incêndio. A programação das Rodas de Conversa prima pela diversidade saberes e fazeres tradicionais. São vivências com temas ligados à dança, música, religiosidade, dialeto e culinária.

O ciclo de vivências teve início no dia 7 de abril (com a Congada de Santa Efigênia, seguida pelo Samba de Bumbo) e segue até 10 de outubro. Em parceria com a Comissão Paulista de Folclore, que ao longo de 67 anos vem mapeando, fomentando e salvaguardando as manifestações culturais tradicionais e os patrimônios culturais imateriais, o Teatro do Incêndio torna-se o terreiro, o quintal para esses encontros de artistas, públicos e griôs. Esta iniciativa vem de encontro à verticalização da busca de raízes brasileiras pelo Teatro do Incêndio que apontou caminhos necessários de aprimoramento e investigação, ações vitais para o presente do coletivo. Esses encontros com a cultura popular fazem parte da pesquisa para montagem de seu novo espetáculo.

Na programação, as raízes da cultura brasileira se manifestam em grupos que resistem e mantém viva a nossa história. De Campinas vêm os tambores do Jongo da Roseira, comandado por Dito Ribeiro. As festas tradicionais também estão contempladas: Festa de Santa Cruz, Festa do Divino e Folia de Reis. E o dialeto caipira tem destaque também nos encontros: o Mestre Amarildo, de Lagoinha, e a culinarista Cida do João Deitado, de São Francisco Xavier, vão compartilhar seus saberes populares por meio de canções, causos e receitas. Os sapateados e palmeados tropeiros marcam presença pela Catira de Mestre Edson Fontes e Seu Oliveira (seu pai), de Guarulhos, e pelo Fandango da Comunidade de Iguape. Outros temas como Cantos das Verônicas, Catira, Samba de Umbigada, Moçambique e Recomenda de Almas, bem como as aldeias urbanas da tribo indígena Wassu Cocal, estão no roteiro das Rodas de Conversa no Teatro do Incêndio.

Serviço

Rodas de Conversa / Vivência: A Gente Submersa

Dia 4 de abril. Terça, às 19 horas
Tema: Catira – Palmeado, Sapateado e Viola
Grupo: Os Favoritos da Catira

Dia 18 de abril. Terça, às 19h
Tema: Samba de Umbigada
Grupo: Dona Anicide e Batuque de Umbigada

Local: Teatro do Incêndio
Rua Treze de Maio, 48 – Bela Vista/SP. Tel: (11) 2609 3730 / 2609 8561
Ingressos: Grátis (não há necessidade de retirar ingresso).
Duração: 1h20. Capacidade: 80 lugares.


Próximas Rodas de Conversa

*      2 de maio – Fandango – Bate Mão Bate Pé (Iguape)
Tema: Fandango de Iguape

*      16 de maio - Artesanato / Benzedeira / Temperos (São Francisco Xavier)
Tema: Caipira na Cozinha com Cida do João Deitado

*      30 de maio - Cururu, Violas e Divino (Lagoinha)
Tema: Dialeto Caipira, Violadas, Reis e Cururu

*      13 de junho - Cantos para Reis (Atibaia)
Tema: Folia de Reis de Atibaia - A Folia, o Giro, a Festa

*      27 de junho – Jongo (Campinas)
Tema: Jongo da Roseira - Comunidade de Campinas

*      11 de julho – Reisado (Guarujá)
Tema: Reisado Sergipano

*      25 de julho – Congadas (Olímpia e Taubaté)
Tema: Congada Chapéu de Fitas - Cantos que Curam

*      8 de agosto - Aldeia Indígena (Guarulhos)
Tema: Wassu Cocal - Aldeias Urbanas: Toré como Resistência

*      22 de agosto - Dança de Santa Cruz (Carapicuíba)
Tema: Festa de Santa Cruz - O Profano e o Sagrado Caminhando Juntos

*      5 de setembro - Cantos Sagrados (Joanópolis)
Tema: Canto das Verônicas - Mulheres que Choram

*      26 de setembro – Moçambique (São José dos Campos)
Tema: Moçambique - Passos e Entrelaço de Bastões

*      10 de outubro - Recomenda de Almas (Bom Jesus dos Perdões)
Tema: Recomendas e Excelências - Os Cantos Sagrados para a Morte


Assessoria de imprensa – Verbena Comunicação
Eliane Verbena e João Pedro
Tel.: (11) 2738-3209 / 99373-0181 – verbena@verbena.com.br

Comentários