Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - GALERIA MARCELO GUARNIERI - sala 1 | LIUBA sala 2 | Claudia Jaguaribe - Encontro com LIUBA

GALERIA  MARCELO GUARNIERI


Galeria Marcelo Guarnieri sala 1 | LIUBA sala 2 | Claudia Jaguaribe - Encontro com LIUBA abertura 15 de março de 2019 / 19h - 22h período de exposição 15 de março – 11 de maio de 2019  Alameda Lorena, 1835 São Paulo, Brasil



infowww.galeriamarceloguarnieri.com.br
A Galeria Marcelo Guarnieri apresenta na sua sede de São Paulo a segunda exposição individual da artista búlgara radicada brasileira LIUBA. A sala será ocupada por uma plataforma de blocos de concreto que servirá de base para as esculturas, posicionadas em diferentes níveis de altura, seguindo um projeto expositivo concebido pela artista. Além das esculturas, serão apresentados desenhos e relevos de parede, todos eles produzidos entre as décadas de 1960 e 1980. 



LIUBA  (1923, Sófia - Bulgaria, 2005, São Paulo - SP), chegou no Brasil em 1949 já para estabelecer um ateliê em São Paulo, onde viviam seus pais desde o ano anterior. Durante a década de 1950, a artista transitou por diversos países da Europa, das Amé…

VISUAL ARTV - "Danças Polifônicas resgata a poética dos “Tangos Brasileiros”






"Danças Polifônicas resgata a
poética dos “Tangos Brasileiros”



Imagem inline 1
                                                                                       
  Foto Marina Nacamuli


“Tangos Brasileiros”, trabalho do grupo Danças Polifônicas, que reúne artistas em torno do resgate das raízes do tango no Brasil, forma musical q influenciou o aparecimento do choro e do samba, faz temporada de estreia em São Paulo, de 31 de maio a 3 de junho (quarta a sexta, 20h; sábado, 18h), na Oficina Cultural Oswald de Andrade.
Nesta milonga-ritual que se dá no diálogo entre dança, música, artes visuais e literatura - particularmente na reflexão poética de Jorge Luis Borges -, o esquecido tango brasileiro encontra o tango portenho tradicional, moderno de Astor Piazzolla e o tango contemporâneo.
Os tangos brasileiros, como os icônicos “Gaúcho”, de Chiquinha Gonzaga, e “Odeon”, de Ernesto Nazareth, deixaram aflorar uma característica essencialmente brasileira na miscigenação musical européia e africana. A pesquisa confere particular importância à beleza e elegância dessa poética, que percorre a topologia do imaginário brasileiro: o rural, a cidade e o terreiro. Nestes três lugares, a dança cria sua trajetória transfigurada.
Chiquinha Gonzaga, grande compositora que captou a essência da música de seu tempo e transcendeu-a para gerar o que seria a futura “música brasileira”, surge com o peso de suas experiências de vida, como reflexão sobre a condição feminina e o lugar da cultura na memória. 
Sofia Tsirakis, que responde pela direção e coreografias do espetáculo, compartilha o palco com Talita Vinagre e Felipe Stocco. André Balboni é responsável pelos textos, roteiro e direção musical; direção de arte e cenografia ficam por conta de Alessandra Duarte com colaboração de Renata Cruz; Beatriz Rivato e Thany Sanches assinam o figurino. Produção de Iolanda Sinatra.
Contemplado pelo PROAC – apoio a Projetos de Artes Integradas, “Tangos Brasileiros” tem entrada gratuita.
___________________________________________

Tangos Brasileiros- Foto Marina Nacamuli

TANGOS-BRASILEIROS-DANCAS-POLIFON-ICAS-Foto Marina Nacamuli 6



Serviço:
Estreia: “Tangos Brasileiros”, do grupo Danças Polifônicas
Com: Sofia Tsirakis, Talita Vinagre e Felipe Stocco
Dias 31/05, 01, 02 e 03/06 (quarta a sexta, às 20h; sábado, às 18h)
Oficina Cultural Oswald de Andrade – sala 3
(Rua Três Rios 363 - Bom Retiro - São Paulo – Tel: (11) 3222-2662)
Classificação: livre
Duração: 50 min.
Lotação: 50 lugares
Grátis

Links de vídeos:



Link Foto:


Informações adicionais:
Elaine Calux – assessoria de imprensa
11 33689940 | 964655686

Comentários