Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - “Ninfas do Tietê” e “Amores que abrem a Terça Aberta no Kasulo

“Ninfas do Tietê” e “Amores que |  |” abrem a Terça Aberta no Kasulo                                                                                                               “Amores que |  |” – Foto Florido A primeira Terça Aberta no Kasulo do ano traz dois trabalhos inusitados: “Ninfas do Tietê”, uma videoperformance, com direção de Sol Faganello e Tati Caltabiano, criada a partir das poesias (ou cantos) de Natália Nolli Sasso, que integram o livro homônimo lançado em 2018 pela Editora Moinhos (BH); e “Amores que |   |”, trabalho ainda em processo de investigação, dirigido pelo artista multimídia Florido com outros seis performers convidados. Nem musas nem divas, as Ninfas do Tietê são figuras que vivem às margens do rio que atravessa São Paulo. Exibida pela primeira vez na Mostra Solo // Mulheres, (Teatro Conteiner), no lançamento do livro de Natália Nolli Sasso, a vídeoperformance traz, além da autora do livro e as duas diretoras, mais quatro intérpretes-criadores -  Ana Zeppa, Cí…

VISUAL ARTV - MAC - Visões da Arte no Acervo do MAC USP: 1900-2000



 VALE CONFERIR




A exposição Visões da Arte no Acervo do MAC USP: 1900-2000 acaba de receber a obra Champs de Mars: A Torre Vermelha, (1911/23), do artista francês Robert Delaunay (1885-1941). Apresentando ao público um panorama da arte do século 20 a partir do acervo do Museu, a exposição reúne trabalhos de artistas como Modigliani, kandinsky, Picasso, Matisse, Paul Klee, Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Brecheret, Waldemar Cordeiro e Tarsila do Amaral, entre tantos outros.

A obra de Dalaunay chega ao MAC USP como contrapartida ao empréstimo de A Negra e Floresta, ambas de Tarsila do Amaral, que vão integrar individuais da artista brasileira no Art Institute de Chicago (AIC) e no MOMA de Nova Iorque até junho de 2018. O óleo sobre tela de Dalaunay, que hoje pertence ao acervo do AIC, foi adquirido pela própria Tarsila na década de 1920, e pôde ser admirada por muitos artistas do movimento modernista até ser vendida, décadas depois. Pelos próximos meses, os visitantes do MAC USP poderão visitar A Torre Vermelha gratuitamente, de terça a domingo, no sétimo andar do museu, ao lado de algumas das obras icônicas do acervo.

Ainda no MAC:
_Instauração do Moderno
_Samson Flexor: Traçados e Abstrações
_MAC USP no Século XXI -  A Era dos Artistas
_A Casa
_Vizinho Distantes – Arte da América Latina no Acervo do MAC USP
_Marcelo Zocchio – Somente o Necessário
_Reserva em Obras
_Visualidade Nascente 2017

Museu de Arte Contemporânea da USP
Terça das 10 às 21 horas, quarta a domingo das 10 às 18 horas
Entrada gratuita




SÉRGIO MIRANDA - jornalista
comunicação institucional
Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo
11 I 2648.0299 I smiranda@usp.br

mac

imprima com responsabilidade

Comentários