Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - PINA - DOMINIQUE GIGLIOT LE JUMELAGE (A geminação), 2018

VISUAL ARTV - GALERIA BASE INICIA 2018 EM COLETIVA COM CINCO ARTISTAS POR ELA REPRESENTADOS




GALERIA BASE INICIA 2018 EM COLETIVA COM CINCO ARTISTAS POR ELA REPRESENTADOS

"Teoria dos Conjuntos" busca inspiração em princípio matemático homônimo e apresenta gerações e estilos distintos, mas que formam uma unidade coerente


A Galeria BASE inicia seu calendário expositivo de 2018 com "Teoria dos Conjuntos", composta por 18 obras em técnicas variadas – desenho, encáustica, fotografia e pintura -, de Fábio Stachi, José Cláudio, Lucas Länder, Márcio Almeida e Marco Ribeiro, sob curadoria de Daniel Maranhão e Fernando Ferreira de Araújo. Desenvolvida na década de 1870 pelo matemático russo radicado na Alemanha Georg Cantor, a "teoria dos conjuntos" intitula a mostra e sustenta o seu conceito curatorial: a partir de uma dialética, cinco artistas de gerações distintas se cruzam em uma poética tênue, dando forma a uma coleção, que apresenta diversos temas e, ainda assim forma uma unidade coerente.
Assumindo o papel de decano, José Cláudio, aos 86 anos de idade – com quatro participações em Bienais, onde foi premiado em 1957 -, exibe em "Teoria dos Conjuntos" três obras inéditas da "Série Negra", da década de 1960. Segundo o artista, tais trabalhos são fruto de sua obsessão compulsiva por desenhar, tendo levado até dois anos para serem concluídos. Por sua vez, Fábio Stachi apresenta um projeto autoral e denso, com fotografias que "não buscam agradar à retina, mas sim a discussão sombria das relações humanas através da linguagem e do diálogo com o corpo", de acordo com os curadores Daniel Maranhão e Fernando Ferreira de Araújo. Seguindo o conjunto da exposição, a série inédita "Paisagens Descritivas", de Lucas Länder, abre espaço a uma nova perspectiva, com profundidade e certa tridimensionalidade trazidos pela encáustica - técnica de pintura caracterizada pela utilização de cera como aglutinante dos pigmentos, formando uma mistura espessa e cremosa. Márcio Almeida insere-se de forma a preencher o todo com sua linguagem expressionista, sugerindo reflexões do cotidiano por meio de simbologias, em trabalhos realizados sobre dois tipos de suportes, papel e tela.
Por fim, a influência brutalista com elementos concretos de Marco Ribeiro representa, de certa forma, o outline do conjunto que, em contrapartida aos outros elementos expostos, entrelaça sua poética mais processual à harmonia do espaço. "
--

Zeca Florentino
---
Balady Comunicação

Tel.: 11 3814.3382

Imagens


IMAGEM DESCRIÇÃO 01 Artista: MARCO RIBEIRO Título: Constâncio tinha veneta pela geometria Técnica: Nanquim sobre páginas de dicionário antigo Ano: 2017 Tamanho: Políptico 65 x 45,5cm 02 Artista: FÁBIO STACHI Título: Terra Ano: 2010 Técnica: Fotografia Dimensões: 53 x 80 cm 03 Artista: JOSÉ CLÁUDIO Título: Série Negra Ano: 1960 Técnica: Nanquim sobre papel Dimensões: 52 x 79 cm 04 Artista: LUCAS LÄNDER Título: Paisagem Descritiva #4 Ano: 2018 Técnica: Grafite e nanquim sobre papel e encáustica Dimensões: 153 x 210 cm 05 Artista: MÁRCIO ALMEIDA Título: Sem Título Ano: 2015 Técnica: Mista sobre tela Dimensões: 193 x 150 cm


01

 02
03


Comentários