Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - ‘Dança se Move Ocupa’ traz um mês de ações culturais na Funarte SP

‘Dança se Move Ocupa’ traz um mês de ações culturais na Funarte SP
Organizado por artistas da dança de São Paulo, evento dinamiza o complexo cultural da Funarte, com 26 apresentações de núcleos artísticos, seis debates sobre temas que envolvem a arte e a cultura na atualidade nacional, nove oficinas, JAM de Contato Improvisação, performances, lançamento de livros e sessão de cinema.
                                                                         Foto: Fellipe Oliveira (“situação 3# posição amorosa”)
Entre 11 de novembro e 16 de dezembro, a Funarte São Paulo acolhe o ‘Dança se Move Ocupa’, uma intensa programação artística proposta pelo Movimento A Dança se Move, organização independente da dança contemporânea paulistana, que reúne algumas dezenas de núcleos artísticos, que vêm produzindo pesquisa e obras sempre antenados com os acontecimentos no Brasil e no mundo. Mesmo sem nenhum tipo de apoio financeiro, durante as cinco semanas do evento, os artistas estarão mobilizados com apr…

VISUAL ARTV - Cora Laszlo e Bárbara Elias fazem o Cartografia do Possível do CRDSP




Cora Laszlo e Bárbara Elias fazem o
Cartografia do Possível do CRDSP
ENTRE O ÓBVIO E O NUNCA VISTO + Cora Laszlo + Barbara Elias
    No sábado, 23/6, o programa Cartografia do Possível do Centro de Referência da Dança de São Paulo - CRDSP - apresenta “Entre o Óbvio e o Nunca Visto”, trabalho Cora Laszlo, que consiste em seis versões e, em cada uma delas,  a bailarina forma dupla com um outro artista. Nesta, Cora divide a cena com Bárbara Elias. O espetáculo começa às 19h e tem entrada gratuita.
     A estratégia cênica de “Entre o Óbvio e o Nunca Visto” é a improvisação, não somente na dança, mas também na música e na iluminação. A trilha sonora, composta  e executada ao vivo por Christian Laszlo, transita por diversos gêneros musicais, épocas e sonoridades; a luz, de Wanessa Di Guimarães, delimita os espaços, as cores e os tons, e atua como cenografia acompanhando o fluxo da cena in loco. Jussara Miller respondeu prela provocação cênica inicial para o desenvolvimento da criação.
  Para Cora Laszlo, trabalhar com o improviso reforça o apuro de sua formação na Técnica Klauss Vianna, que pesquisa a improvisação, e reflete o momento atual da arte no Brasil em profundo caos. “Tratar do improviso na cena traz a prontidão, a vivacidade e a oportunidade de lidar com essa realidade em desordem no presente da ação e aos olhos da plateia”, afirma.
   Cora Laszlo e Barbara Elias se conheceram em 2015 quando dançaram a peça "Claraboia", criada e dirigida por Morena Nascimento e Andreia Yonashiro, e desde então permaneceu o desejo de entrarem juntas em cena.
   "Entre o Óbvio e o Nunca Visto" foi contemplado pelo Proac Primeiras Obras 2017.
____________________________________________
Serviço:
Cartografia do Possível
23/6 (sábado), às 19h
“Entre o óbvio e o nunca visto”, com Cora Laszlo e Barbara Elias 
Sala Ivonice Satie
Lotação: 70 lugares
Duração: 60  Minutos 
Classificação indicativa: livre
Grátis

Centro de Referência da Dança de São Paulo – CRDSP
Baixos do Viaduto do Chá, s/n – acesso pela Rua Formosa (próximo às estações Anhangabaú do Metro -
Tel: 32143249 | 953013769)


Link do trabalho:
“Entre o óbvio e o nunca visto” – Cora Laszlo e Bárbara Elias


Informações adicionais:

Elaine Calux
11 33689940 | 964655686
Coordenação de Comunicação CRDSP
(11) 3214 3249 / 9 8526 3528



Comentários