Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - CRD SP - Desvelo estreia “Bando!”, espetáculo de dança que aposta na força dos coletivos

VISUAL ARTV - ‘Criatura’, de Luisa Coser, e ‘Lapso’, de Marília Coelho fazem o Cartografia do Possível, do CRDSP





‘Criatura’, de Luisa Coser, e ‘Lapso’, de Marília Coelho fazem o Cartografia do Possível, do CRDSP


   Foto – Danilo Batista (‘Lapso’, de Marília Coelho)





                                                                                 
Esta semana, o programa Cartografia do Possível do Centro de Referência da Dança de São Paulo – CRDSP – apresenta na quinta (28/6), “Criatura”, de Luisa Coser, e sexta e sábado (29 e 30/6), “Lapso”, com Marília Coelho. Na quinta e na sexta, os espetáculos acontecem às 19h, e no sábado, excepcionalmente, às 15h.
Para Luisa Coser, refletir sobre espaços de fala onde são encenados e proferidos discursos políticos tornou-se, em tempos autoritários e arbitrários, um imperativo para o pensamento artístico. Pensar o espaço cênico também como um lugar onde se reproduz a espacialidade de centro-periferia – de onde um fala e muitos escutam – conduziu a artista a uma investigação elementar da relação entre público e performer, que resulta neste trabalho. Em “Criatura”, ela conta com Leonardo Carvajal, como colaborador na pesquisa e na dramaturgia, Maria Basulto na iluminação e Juliana Pfeifer na criação do figurino e cenário. O espetáculo foi produzido dentro da Residência Lugarização, da Cia Corpos Nômades, em São Paulo.
“Lapso” fala da passagem e afecção pelo tempo – um jogo coreográfico ecoando o decurso no espaço, com pequenas ou grandes interrupções; o ritmo dos acontecimentos atravessa seu desenvolvimento, sugerindo camadas sobrepostas de fruição. Ao entrar no concreto do mundo e das relações humanas, a coreografia aciona uma pluralidade de domínios virtuais diversos – sociais, políticos, econômicos, linguísticos, somáticos, raciais, estéticos, de gênero – e os entrelaça no seu muito particular plano de composição, sempre à beira do sumiço e sempre criando um por-vir. Para a criação, Marília Coelho conta com a colaboração de Andreia Yonashiro, Maristela Estrela e Melina Scialom; o desenho e operação de luz são de Leandro Dal Farra; Serhan Berberoglu responde pela trilha sonora e sonoplastia; e  Gangotri e a própria Marília Coelho assinam o figurino. O espetáculo conta ainda com Janaina Fazzio, Pietro Almeida e Marcelo Magalhães como bailarinos de apoio.
As apresentações têm entrada gratuita.

Imagens:              
                    
CRIATURA – LUISA COSER 
____________________________________________
Serviço:
Cartografia do Possível

28/6, quinta, às 19h
“Criatura”, de Luisa Coser
Sala Ivonice Satie
Lotação: 70 lugares
Duração: 30  Minutos 
Classificação indicativa: 10 anos
Grátis
29 e 30/6, sexta, às 19h, e sábado, às 15h
“Lapso”, de Marília Coelho
Sala Ivonice Satie
Lotação: 70 lugares
Duração: 45  Minutos 
Classificação indicativa: 12 anos
Grátis

Centro de Referência da Dança de São Paulo – CRDSP
Baixos do Viaduto do Chá, s/n – ao lado do Theatro Municipal (próximo às estações Anhangabaú, São Bento e República do Metro)
Tel: 32143249 | 953013769)


Link dos trabalhos:
“Criatura” – Luisa Coser
“Lapso” – Marília Coelho

Informações adicionais:

Elaine Calux
11 33689940 | 964655686
Coordenação de Comunicação CRDSP
(11) 3214 3249 / 9 8526 3528





Comentários