Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - Plataforma Shop Sui dança dois novos trabalhos no Centro de Referência da Dança

Plataforma Shop Sui dança dois novos trabalhos no Centro de Referência da Dança                                                                                  Foto Leandro Moraes (O Boi Voador)

Em temporada de duas semanas, de 11 a 20/7 (quintas, sextas e sábados, às 19h), a Plataforma Shop Sui apresenta no Centro de Referência da Dança – CRDSP – espetáculo com duas coreografias: a remontagem de “Meu Doce Estimado”, criada originalmente para o Cesta de Dança, projeto da Quasar Companhia de Dança (2012), e o mais recente trabalho, “O Boi Voador”,solo de Fernando Martins, bailarino e diretor da companhia. A entrada é gratuita. “Meu Doce Estimado” fala da relação entre dois indivíduos estagnados pelas dificuldades de comunicação, que os levam para um universo mais visceral onde atitudes humanas e animais se perdem na sua realidade estabelecida. Inspirado em fragmento de texto de Clarice Lispector e em ação da própria escritora, que reescreve seu próprio texto, re-lido entre haspas em outro…

VISUAL ARTV - BOCCIONI: CONTINUIDADE NO ESPAÇO


                                           

Sérgio Miranda

ter, 18 de set 17:48 (Há 3 dias)
para infomac, Cco:eu
BOCCIONI: CONTINUIDADE NO ESPAÇO

Formas Únicas da Continuidade no Espaço, que integra a coleção do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC USP), é a obra mais celebrada do futurista italiano Umberto Boccioni e marca o ápice da tentativa do artista de dar vida à escultura, criando figuras em movimento. A exposição Boccioni: Continuidade no Espaço é baseada na pesquisa multidisciplinar e inédita desenvolvida pelas curadoras Ana Magalhães (MAC USP) e Rosalind McKever (Victoria & Albert Museum, Londres), que investigaram aspectos históricos, estéticos e técnicos da produção artística de Umberto Boccioni (1882-1916), em colaboração com instituições nacionais e internacionais, como o Istituto Superiore per la Conservazione ed il Restauro, em Roma, o FAB LAB Livre SP, o Instituto de Física e a Escola Politécnica da USP.
A exposição apresenta ao público uma experiência derivada da pesquisa acadêmica, mas em um trajeto visual que permite acompanhar a feitura e a difusão da obra de arte. As curadoras escrevem no texto de apresentação da mostra, que “mesmo depois da morte do artista, aos 33 anos de idade, em 1916, essa escultura dinâmica não se tornou estática. Esta exposição traça a sua história de material mutável, do ateliê do artista ao MAC USP, e através de fundições em bronze, para outros museus em todo o mundo”.
A história complexa da obra de Boccioni, motivada pela fragilidade da escultura original em gesso – em oposição aos materiais mais duradouros da escultura tradicional – e a morte prematura do artista é o que as curadoras procuram esclarecer usando análise técnicas-científicas do gesso e dos bronzes, bem como compilando fontes de arquivos do Brasil, da Itália, dos Estados Unidos e do Reino Unido.
Além da exposição, para enriquecer seus desdobramentos, o MAC USP promove o seminário internacional O Dilema de Boccioni: Em Busca de Sua Obra Escultórica que tem como discussão central a escultura do MAC USP, objeto da exposição e de intensa pesquisa. Exposição e seminário contam com o apoio do Consulado Geral da Itália em São Paulo e do Instituto de Cultura Italiana de São Paulo.

BOCCIONI: CONTINUIDADE NO ESPAÇO
Curadoria: Ana Magalhães e Rosalind McKever
Abertura: 22 de setembro, às 11 horas
Encerramento: 24 de março de 2019
Funcionamento: Terça a domingo das 10 às 21 horas
Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301 - Ibirapuera
Telefone: 11 2648.0254
Entrada gratuita

Comentários