Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - ‘Dança se Move Ocupa’ traz um mês de ações culturais na Funarte SP

‘Dança se Move Ocupa’ traz um mês de ações culturais na Funarte SP
Organizado por artistas da dança de São Paulo, evento dinamiza o complexo cultural da Funarte, com 26 apresentações de núcleos artísticos, seis debates sobre temas que envolvem a arte e a cultura na atualidade nacional, nove oficinas, JAM de Contato Improvisação, performances, lançamento de livros e sessão de cinema.
                                                                         Foto: Fellipe Oliveira (“situação 3# posição amorosa”)
Entre 11 de novembro e 16 de dezembro, a Funarte São Paulo acolhe o ‘Dança se Move Ocupa’, uma intensa programação artística proposta pelo Movimento A Dança se Move, organização independente da dança contemporânea paulistana, que reúne algumas dezenas de núcleos artísticos, que vêm produzindo pesquisa e obras sempre antenados com os acontecimentos no Brasil e no mundo. Mesmo sem nenhum tipo de apoio financeiro, durante as cinco semanas do evento, os artistas estarão mobilizados com apr…

VISUAL ARTV - Itaú Cultural recebe Val Macambira em show de lançamento do álbum Catharina



Itaú Cultural recebe Val Macambira em show de lançamento do álbum Catharina

Paraibano, residente em Salvador, Val Macambira lança seu novo álbum autoral Catharina, no dia 14 de setembro (sexta, às 20h), no Itaú Cultural, em São Paulo, com ingressos grátis.

Ainda na capital paulista, os shows acontecem também no dia 20/9 (no Brazileria, às 21h) e no dia 21/9 (no Tendal da Lapa, às 19h). Depois, segue para o Mimo Festival, em Paraty/RJ (dia 28/9). A turnê, que teve início em Salvador (BA), deve passar também pelas cidades Belo Horizonte (MG), Recife (PE) e João Pessoa (PA).

Com mais de 40 anos de carreira, 400 músicas gravadas por artistas e bandas do cenário nacional e seis discos no mercado fonográfico, o renomado músico regional decide, oito anos após a gravação, trazer a público o CD Catharina. Val Macambira revela que foi ‘parto’ dolorido a produção do álbum, gravado em homenagem à sua filha Catharina, que faleceu de dengue hemorrágica, aos 17 anos. “Entre flagelos, sofrimentos e muita saudade renasci das músicas e senti que estava pronto para registrar esse trabalho musical”, confessa.

O show Catharina constrói um curioso contraste ao transpor o sertão e seu universo peculiar, rural, árido e silencioso, para um espaço urbano. São 10 músicas, compostas exclusivamente para o álbum, cujos arranjos trazem traços do lírico e do barroco compondo com as raízes do rock rural, sem perder o foco no sertão. A cultura popular e o erudito se entrelaçam em harmonia nesse trabalho fazendo uma união ímpar do violino e violoncelo com a estética musical de gêneros como maracatu, repente, embolada, xote, xaxado e baião, que resulta em um ritmo cheio de originalidade. As letras e melodias do disco traduzem o cotidiano do povo brasileiro e dos personagens da cultura popular, onde o folclore se torna lúdico e vivo.

O repertório de Catharina é formado por “Barriga do Céu”, “Quarador”, “Xenofobia”, “Calma”, “Catharina”, “Catador de Lixo”, “Devez”, “Azougue”, “Minha História” e “Xaxado” (parceria com Maracujá e Lula Sibemol). Val Macambira divide os arranjos das canções com os músicos convidados Luciano Calazans, Thiago Ribeiro, Zito Moura e Júlio Caldas. O CD foi produzido por Nestor Madrid e Thiago Ribeiro, e masterizado por Martin Buffer - WR Bahia. Macambira mostra no show Catharina toda a versatilidade e criatividade das suas composições, além de interpretar músicas de outros compositores como Lenine, Elomar, Xangai e Vital Farias.

Val macambira canta acompanhado por uma banda de peso, formada por Zito Moura (piano), Thiago Ribeiro (guitarra e violão), Alexandre Souza (baixo), Jorginho Brasil (bateria), Vitor Oliveira (percussão), Altair Leonardo (violas) e Marcelo Fonseca (violino). A ficha técnica tem ainda Djah Vicente na técnica, Bruna Moitinho na direção de palco, Irma Vidal na iluminação, Cica Brito no figurino, Nestor Madrid na direção geral e Adriana Belic na produção executiva (em São Paulo).

                                                    
O artista

Val Macambira - músico, compositor e cantor paraibano – iniciou a carreira na adolescência e logo foi para o Rio de Janeiro, onde conheceu músicos como Xangai, Elomar, Luiz Caldas, Lenine, Marinês e Sua Gente, Jorge de Altinho e Augusto Jatobá. Daí em diante, tornou-se presença constante no carnaval da Bahia e no forró do Brasil. Os ritmos nordestinos são base para a alquimia musical de letras e melodias de Val Macambira, que ganhou da crítica o título de ‘mago do forró’. Tem suas músicas gravadas, desde 1982, por cantores e bandas como Marinês e Sua Gente, Jorge de Altinho, Chiclete com Banana, Timbalada, Margareth Menezes, Asa de Águia, Netinho, Ricardo Chaves, Luiz Caldas, Sarajane, Estakazero, Colher de Pau, Luzia Santana, Márcia Short, Bando Virado no Moi de Coentro e outros. Em 1990, fez a primeira de quatro turnês pela Europa, tocando inclusive no Festival de Montreux, na Suíça. Sua música invadiu palcos da Itália, Espanha, Alemanha e França.

Em 1998, concebeu, dirigiu e atuou no musical Lampião - Uma Ópera Nordestina (Prêmio Melhor Musical Regional de Teatro), que resultou em seu primeiro CD. Em 2000, gravou o segundo CD, O Mago do Forró, e em 2009, veio terceiro álbum Forró-Forrado com o qual fez turnê pela Europa (intercâmbio Oiapoque ao Chuí, pelo Fundo de Cultura do Estado da Bahia). Em 2010, gravou o autoral Catharina, que está sendo lançado agora; e o CD Quarador chegou ao mercado três anos depois. Em 2016, acompanhado pela Orquestra Sinfônica Santo Antônio, gravou Forró Sinfônico e também Recebeu Carta de Reconhecimento do Ministério da Cultura como Movimentador e Disseminador da Cultura Popular. Em 2017, lançou o novo disco autoral Folia de Reis, que ganhou videoclipe para a faixa “Jacira", e o Troféu Melhor Forrozeiro Internet, São João da Bahia. Já em 2018, foi homenageado com o Troféu de Honra ao Mérito pelos 35 anos de forró.

Artista atuante e representativo no carnaval baiano com o seu trio elétrico Forró-Foliar, Val Macambira criou também a Banda Maracatu Bizoro Avoador. Assinou direção artística do primeiro DVD de Wil Carvalho, criou o Projeto Cultura na Praça e o Espaço Cultural Val Macambira. Entre os prêmios que ganhou estão: Troféu de Melhor Cantor Forrozeiro pela Bahiatursa; Melhor Musical Regional do Teatro por Lampião - Uma Ópera Nordestina; Coletânea de Forró (ABC do Prazer, “Pra Brincar de Vida” – gravação: Chiclete com Banana); Disco de Ouro e Platina (música “U-Maracá” – gravação: Timbalada); Disco de Ouro e Platina (música “Fazer Amor” – gravação: Chiclete com Banana); e Disco de Ouro e Platina (música “Nouai” – gravação: Luís Caldas).

Imagens                                                                                                                                     

Val Macambira - Foto de Wilson Militão -b
Val Macamvira - divulgação



VAL MACAMBIRA - DIVULGAÇÃO


Serviço

Shows / São Paulo: Val Macambira & Banda

14 de setembro. Sexta, às 20h
Itaú Cultural (Sala Itaú Cultural)
Av. Paulista, 149 - Bela Vista. SP/SP – Tels: (11) 2168-1777 e 2168-1776
Grátis*. Acessibilidade. Ar condicionado. 224 lugares. Classificação: Livre
*Público preferencial: 2h antes do show (com direito a um acompanhante) / Público não preferencial: 1h antes do show (um ingresso por pessoa)
Estacionamento c/ manobrista (pela Rua Leôncio de Carvalho, 108): Carimbar o tíquete na recepção - R$ 7,00 (3h), R$ 9,00 (4h), R$ 12,00 (5h a 12h) e grátis para bicicletas.

20 de setembro. Quinta, às 21h
Brazileria
R. Clélia, 285 – Perdizes. SP/SP. Tel: (11) 2628-4211
Área Coberta: R $ 20,00
Ar condicionado. Wi-fi. Não possui acessibilidade (no espaço do show) nem estacionamento.

21 de setembro. Sexta, às 19h
Tendal da Lapa
Rua Guaicurus, 1100 – Lapa. SP/SP. Tel: (11) 3862-1837
Grátis. Não haverá distribuição de ingressos. Acessibilidade.


Assessoria de imprensa – VERBENA ComunicaçãoEliane Verbena / João Pedro
Tel: (11) 2738-3209 / 99373-0181 - 
verbena@verbena.com.br

Comentários