Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - GALERIA MARCELO GUARNIERI - sala 1 | LIUBA sala 2 | Claudia Jaguaribe - Encontro com LIUBA

GALERIA  MARCELO GUARNIERI


Galeria Marcelo Guarnieri sala 1 | LIUBA sala 2 | Claudia Jaguaribe - Encontro com LIUBA abertura 15 de março de 2019 / 19h - 22h período de exposição 15 de março – 11 de maio de 2019  Alameda Lorena, 1835 São Paulo, Brasil



infowww.galeriamarceloguarnieri.com.br
A Galeria Marcelo Guarnieri apresenta na sua sede de São Paulo a segunda exposição individual da artista búlgara radicada brasileira LIUBA. A sala será ocupada por uma plataforma de blocos de concreto que servirá de base para as esculturas, posicionadas em diferentes níveis de altura, seguindo um projeto expositivo concebido pela artista. Além das esculturas, serão apresentados desenhos e relevos de parede, todos eles produzidos entre as décadas de 1960 e 1980. 



LIUBA  (1923, Sófia - Bulgaria, 2005, São Paulo - SP), chegou no Brasil em 1949 já para estabelecer um ateliê em São Paulo, onde viviam seus pais desde o ano anterior. Durante a década de 1950, a artista transitou por diversos países da Europa, das Amé…

VISUAL ARTV - GALERIA ZERØ É INAUGURADA NA VILA MADALENA COM INDIVIDUAL DE AGUILAR




logo Galeria Zero (3).jpeg

GALERIA ZERØ É INAUGURADA NA VILA MADALENA COM INDIVIDUAL DE AGUILAR 

"Ossos e Asas 98” propõe a revisitação da mostra realizada há vinte anos em São Paulo, e busca estabelecer uma relação harmônica entre a consciência e a sobrevivência, perfazendo um paralelo com o momento de dualidades pelo qual o Brasil atravessa 


Galeria ZERØ abre suas portas na Vila Madalena, em São Paulo, sob direção de Pedro Paulo Coelho Afonso. A mostra inaugural, “Ossos e Asas 98”, do pintor, escultor, performer e artista multimídia paulistano José Roberto Aguilar, é composta por 36 peças - pinturas em acrílica sobre tela e esculturas de vidro –, e propõe uma revisitação à exposição homônima realizada pelo artista em 1998, apresentando uma nova série de trabalhos que não foram expostos naquela ocasião. Em meio a este momento de dualidades pelo qual o país atravessa, a individual explora o conceito de memória e busca estabelecer uma harmonia entre a dualidade consciência - representada metaforicamente pelas “asas” - versus sobrevivência - "ossos". 

Asas são sinônimos de consciência enquanto ossos são sinônimos de sobrevivência. Um não existe sobre o outro. Quando um impera sobre o outro, acontece o caos. É a mesma coisa da dicotomia 'raízes’ e ‘asas’. Muito arraigado ao solo, não tem voo. Sem raízes, o voo se perde no ar”, define José Roberto Aguilar. Vinte anos após a primeira exibição de “Ossos e Asas” e tudo que aconteceu nesse período, certa sincronicidade se faz presente nos dias atuais e confere um caráter contemporâneo a esta exposição: a necessidade absoluta de realizar uma síntese entre a sobrevivência e a consciência. “Entre a distopia e a utopia. Entre a violência e a empatia. Entre você e o outro. Entre asas e ossos”, nas palavras do artista.


Press release completo, anexo.



Ossos e Asas (5).jpg
José Roberto Aguilar, "Homem" (1997)



Evento: Inauguração da Galeria ZERØ  
Exposição: “Ossos e Asas 98 
Artista: José Roberto Aguilar 
Direção: Pedro Paulo Coelho Afonso 
Abertura: 07 de novembro de 2018, quarta-feira, às 19h 
Período: 08 de novembro a 07 de dezembro de 2018 
Local: Galeria ZERØ  
Endereço: Rua Simpatia, 23 – Vila Madalena - São Paulo/SP 
Horários: Segunda-feira a sábado, das 11 às 20h


Comentários