Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - GALERIA MARCELO GUARNIERI - sala 1 | LIUBA sala 2 | Claudia Jaguaribe - Encontro com LIUBA

GALERIA  MARCELO GUARNIERI


Galeria Marcelo Guarnieri sala 1 | LIUBA sala 2 | Claudia Jaguaribe - Encontro com LIUBA abertura 15 de março de 2019 / 19h - 22h período de exposição 15 de março – 11 de maio de 2019  Alameda Lorena, 1835 São Paulo, Brasil



infowww.galeriamarceloguarnieri.com.br
A Galeria Marcelo Guarnieri apresenta na sua sede de São Paulo a segunda exposição individual da artista búlgara radicada brasileira LIUBA. A sala será ocupada por uma plataforma de blocos de concreto que servirá de base para as esculturas, posicionadas em diferentes níveis de altura, seguindo um projeto expositivo concebido pela artista. Além das esculturas, serão apresentados desenhos e relevos de parede, todos eles produzidos entre as décadas de 1960 e 1980. 



LIUBA  (1923, Sófia - Bulgaria, 2005, São Paulo - SP), chegou no Brasil em 1949 já para estabelecer um ateliê em São Paulo, onde viviam seus pais desde o ano anterior. Durante a década de 1950, a artista transitou por diversos países da Europa, das Amé…

VISUAL ARTV - Performances de Olívia Lagua e Letícia Bassit fazem a Terça Aberta no Kasulo de fevereiro






Performances de Olívia Lagua e Letícia Bassit
fazem a Terça Aberta no Kasulo de fevereiro
image.png
                                                                              Foto André Cherri (“Mãe - eu também não gozei”)
A performance “Me faça ser”, de Olívia Lagua, e a abertura do procedimento cênico de “Mãe - Eu também não gozei”, da atriz Letícia Bassit, fazem a Terça Aberta no Kasulo de fevereiro, no próximo dia 19, às 20h. A proposta acolhe trabalhos de dança, teatro e performance, em meio a um bom papo entre os artistas, com a participação do público e mediação das curadoras Vanessa Macedo, bailarina e diretora da Cia Fragmento de Dança, que concebeu o projeto, e Janaina Leite, atriz do Grupo XIX de Teatro.
“Me faça ser” se desenvolve pela composição plástica proposta pelo público e a reação em movimentos orgânicos de um corpo vivo em performance, que tem a sua frente diversos objetos e uma placa com um indicativo, um pedido, uma ordem, uma proposta. Interessada na dissolução e desconstrução da imagem pessoal, bem como no entendimento das relações interpessoais e os limites da percepção de gênero, a atriz expõe, na performance, o corpo ao limite e ao desejo do outro, de modo a serem construídas comunhões poéticas e catarses coletivas.
Contemplado pelo Proac/2018, "Mãe - Eu também não gozei" propõe a publicação de um livro a partir de procedimentos cênicos e performáticos. A peça fala de uma mulher (ou todas mulheres) que espera seu filho nascer e navega por essa experiência de gestar, parir e sobreviver em meio à solidão, amor e medo.
Nesta abertura de processo, a atriz e diretora Letícia Bassit compartilha leituras dos trechos de dramaturgia, gravações, vídeos, fotos e outros materiais que vêm sendo coletados desde a sua gravidez. Formada pela Escola de Arte Dramática (EAD-ECA-USP), tendo passado pelo Teatro Escola Macunaíma, Escola de Atores Wolf Maya, SP Escola de Teatro e atuado em diversas peças e filmes, Letícia Bassit integra o Núcleo Feminino Abjeto, grupo de pesquisa performática dirigido pela atriz e diretora Janaína Leite (Grupo XIX de Teatro).

Durante todo o evento, comidinhas são preparadas pelos integrantes da Cia Fragmento de Dança e vendidas no bar do Kasulo - Espaço de Cultura e Arte, sede da Cia.
A ação integra o projeto “Dança Depoimento em contágio”, contemplado pelo 24º edital do Programa de Fomento à Dança para a cidade de São Paulo.
A entrada é gratuita.
Imagens:

foto mae eu tambem nao gozei - credito André Cherri 2

imagem 3 me faça ser - Olívia Lagua

Serviço:
Terça Aberta no Kasulo, proposta da Cia Fragmento de Dança.
Dia 19/2, terça-feira, às 20h.
Com: “Me faça ser”, Olívia Lagua"Mãe - Eu também não gozei", de Letícia Bassit
Kasulo - Espaço de Cultura e Arte
(Rua Souza Lima, 300, Barra Funda, Metrô Marechal Deodoro - Linha Vermelha – Tel: 11 3666 7238).
     Capacidade: 40 lugares
     Ingressos: Grátis (retirada a partir das 19h)
     Duração: 60 min. + bate-papo | Classificação Indicativa: 18 anos
    
      Informações adicionais:
Elaine Calux – assessoria de imprensa
11 33689940 | 964655686

Comentários