Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV - Com “Urbaninhas”, XII Visões Urbanas se despede da cidade

Com “Urbaninhas”, XII Visões Urbanas se despede da cidade
 “Sr. Calvino”, da Cia Artesãos do Corpo, que encerra o VU, em São Paulo, na Casa das Rosas.Foto Fábio Pazzini
Nesta sexta, dia 19 de abril, o XII festival internacional Visões Urbanas, que desde o início do mês vem espalhando dança em espaços abertos pela cidade, se despede de São Paulo com o “Urbaninhas”, uma programação voltada especialmente para o público infantil. Em um cenário não menos especial - os belos jardins da Casa das Rosas -, a partir das 11h, se apresentam o Grupo Caixa de Imagens, com a delicada boneca Gilda, em “Travessia”, seguido da criação de Lara Dau Vieira, “O Corpo no Desenho”, e por último, “Sr. Calvino”, da Cia Artesãos do Corpo, que concebe e produz o Festival anualmente. Na delicadeza de melodias executadas ao vivo por Carlos Gaúcho, a pequena boneca Gilda, de aproximadamente 10 cm, tem como cenário o vestido de quem a manipula - a atriz  Mônica Simões -, e quer dar uma flor para quem interagem com ela.…

VISUAL ARTV - VERVE GALERIA INAUGURA INDIVIDUAL DE ANGELLA CONTE









Screen Shot 2019-02-07 at 4.43.16 PM.png

VERVE GALERIA INAUGURA INDIVIDUAL DE ANGELLA CONTE 
  
"Fiz daqui o meu lugar” exibe colagens, esculturas e uma videoinstalação que abordam, sob um ponto de vista comportamental, a ação do homem no meio ambiente.  


A Verve Galeria exibe “Fiz daqui o meu lugar”, da artista visual Angella Conte, com curadoria de Marcio Harum. Sua primeira individual na galeria apresenta 30 obras – colagem, escultura e videoinstalação -, nas quais aborda a forte presença da ação do homem com relação ao meio ambiente, não com pensamento ativista, mas sim comportamental. Em sua pesquisa, o ser humano é protagonista, e o tempo evoca seu entorno, a paisagem e a memória.  

O foco da pesquisa de Angella Conte gira em torno do comportamento humano, suas ações, o meio e o cotidiano. “É um exercício de observação, um olhar sobre os objetos ao meu redor; sobre a cidade, seus entulhos; sobre as pessoas que deixam marcas nos objetos, nas cidades, no campo e na natureza”, comenta a artista. Pautada em histórias, trocas e resquícios, surgem as questões que dão corpo a sua produção artística: “Geralmente elejo um assunto que me incomoda ou que me atrai e parto para materializar o projeto, independente do suporte. O resultado pode ser objeto, fotografia, instalação, vídeo, intervenção ou performance. Para mim não importa o suporte, o que importa é como a mensagem que quero transmitir chegará ao fruidor”, explica.

Tema recorrente em sua produçãoa artista investiga a condição do ser humano que transita entre o desejo e a falta, e o dilema que surge diante de inúmeras oportunidades. "Nada jamais é permanente ou parado, existe um processo de investigação, uma forma de abordar o mundo não como uma série de verdades precisas, mas em termos de questões e possibilidades”, afirma a artista.

Press release completo, anexo.



Fiz Daqui o meu Lugar.4.jpg
Angella Conte, Série "Fiz daqui o meu lugar" (2016)


Fiz Daqui o meu Lugar.2

Fiz Daqui o meu Lugar.6


Exposição: "Fiz daqui o meu lugar" 
Artista: Angella Conte 
Curadoria: Marcio Harum 
Coordenação: Allann Seabra e Ian Duarte Lucas 
Abertura: 2 de abril de 2019, terça-feira, às 19h 
Período: 3 de abril a 4 de maio de 2019 
Local: Verve Galeria – www.vervegaleria.com 
Endereço: Rua Lisboa, 285 – Jardim Paulista, São Paulo – SP 
Telefone: (11) 2737-1249 
Horários: Terça a sexta-feira, das 11 às 19h / Sábado, das 11 às 17h 


Zeca Florentino
---
Balady Comunicação
Tel.: 11 3814.3382

4 anexos

Comentários