Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

VISUAL ARTV Claudia Jaguaribe : "ENCONTRO COM LIUBA" na Galeria Marcelo Guarnieri

Crédito: Mauro Sérgio de Almeida IC

“ENCONTRO COM LIUBA”

Claudia Jaguaribe, lançamento do livro
Livro de artista produzido por Claudia Jaguaribe, com fotos e serigrafias cria uma narrativa visual e um diálogo a partir das obras da artista plástica búlgara LIUBA. O projeto integra o segundo volume da trilogia sobre o trabalho de mulheres modernistas radicadas no Brasil após a Segunda 
Guerra.

Crédito: Mauro Sérgio de Almeida IC No próximo dia 23 de maioquinta-feira, às 19h, na Galeria Marcelo Guarnieri, em SP, a artista visual Claudia Jaguaribe lança “Encontro com LIUBA”, livro de fotos e serigrafias que cria uma narrativa visual e um diálogo a partir das obras de LIUBA, artista plástica búlgara radicada brasileira. O projeto, produzido especialmente para a trilogia de Jaguaribe sobre mulheres modernistas nas artes no contexto histórico do pós-guerra, é uma extensão autoral da instalação formada por fotografias feitas por Claudia Jaguaribe nos ateliês de LIUBA em Paris e em São Paulo. Nasci…

VISUAL ARTV - VÂNIA TOLEDO EXIBE TRABALHO INÉDITO E VINTAGE NA GALERIA MAPA

logo.mapa.jpg

VÂNIA TOLEDO EXIBE TRABALHO INÉDITO E VINTAGE NA GALERIA MAPA

Corpo Livre”, ensaio guardado há 23 anos, apresenta o ponto de vista da fotógrafa em relação ao corpo masculino

Vania Toledo_Corpo Livre


Vânia Toledo, fotógrafa mineira radicada em São Paulo, exibe “Corpo Livre”, na Galeria MaPa As 13 fotografias analógicas expostas – em ampliações únicas, a partir de negativos datados de 1996 - representam a realização de um projeto que aguarda 23 anos para ser exibido, e apresenta o olhar da fotógrafa em relação ao corpo masculino. O trabalho perfaz uma crítica contra a censura e o período de repressão pelo qual atravessamos no Brasil, reafirmando o direito à liberdade do corpo.

Corpo Livre” exibe, pela primeira vez, este ensaio realizado por Vânia Toledo em 1996. Imagens que, para determinados fins, foram consideradas “impróprias”, mas que 23 anos depois, representam para a artista uma forma de protesto contra a onda de repressão que vivemos no Brasil, e contra quem a censurou à época. Em seus dizeres: “Não existe censura no corpo, o corpo é livre. As pessoas esquecem que a nudez masculina para quem admira a arte é a coisa mais natural - não chega a ser banal, é normal. E eu clamo por liberdade física, psicológica, artística e tudo mais. Somos livres, não precisamos das roupas – amarras, censuras”.

Ao mudar o título do ensaio de “Entre Lençóis” para “Corpo Livre”, o tom do trabalho deixa um pouco de lado o romantismo e assume um viés de resistência contra a censura e a repressão. Sempre com um olhar “amoroso”, como define Vânia Toledo, suas fotografias contrariam o óbvio e destacam o corpo do homem nos aspectos mais estruturais. Em suas palavras: “Penso muito no Ansel Adams como referência, aquelas montanhas – como os volumes que o corpo do homem tem. Mulher tem curvas, homem tem volumes. Minha visão é muito clara e moderna sobre tudo, não tenho censura”.

Press Release completo, anexo.




Vania Toledo_Corpro Livre (1).jpg
Vânia Toledo, "Sem título" (1996)



Vania Toledo_Corpo Livre


Exposição: Corpo Livre 
Artista: Vania Toledo
Abertura: 16 de maio, quinta-feira, às 18h 
Período: de 17 de maio a 14 de junho de 2019 
Local: Galeria MaPa - www.galeriamapa.art.br - @galeriamapa 
Endereço: Rua Costa, 31 - galeria (Estacionamento cortesia na rua Bela Cintra, 214) 
Telefone: +55 11 2337 3770 
Horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 10 às 18h30 | Sábados, somente com agendamento 






Comentários

Postar um comentário